NOVIDADES

Combustível sintético a partir do ar

09.09.2020

Cientistas chineses conseguiram criar combustível sintético a partir do ar

Os cientistas chineses publicaram um estudo no Nature Communications, periódico científico, explicando como criaram o combustível sintético

15/01/21 

Cientistas chineses (sempre eles) descobriram uma possibilidade de criar e-combustíveis (combustível sintético) a partir de mudanças na temperatura ambiente. Um artigo publicado no periódico científico Nature Communications mostrou que, através de nanoplacas geradoras de energia após mudanças climáticas, é possível remover o CO2 da atmosfera.

Além dessa possibilidade, os cientistas chineses acreditam que seja possível gerar combustíveis, como a gasolina sintética, através das nanoplacas inteligentes.

Como o combustível sintético é feito?
O texto explica que a eletricidade é gerada pelas nanoplacas após o processo de mudança da temperatura ambiente ao longo de um dia. A energia é usada para misturar o dióxido de carbono com o ar da água, assim, produzindo o metanol.

A transformação do metanol em gasolina através de sua extração a nível molecular e é ecologicamente correto, já que remove o dióxido de carbono (CO2) da atmosfera. Desse modo, a queima gera menor poluição do ar, menos emissões de gases danosos e maior desempenho.

Dificuldades para a produção
Um dos problemas da ideia de produzir metanol a partir da hidrogenação do dióxido de carbono são as altas temperaturas exigidas pelo processo: cerca de 400-500 Fahrenheit (aproximadamente 205-250 ºC). Como consume muita energia, esse processo torna-se caro.

A tecnologia usada nas nanoplacas 2D são tungstato de bismuto perovskita (óxido de cálcio e titânio, CaTiO3) , que é um mineral bastante raro de se encontrar na Terra.

Rendimento do combustível sintético
De acordo com o estudo dos cientistas chineses publicado no periódico Nature Communications, “o rendimento de metanol pode chegar a 55,0 ?mol?g ? 1 depois de experimentar 20 ciclos de variação de temperatura. Esta rota de redução de CO2 catalítica piroelétrica eficiente, econômica e ecologicamente correta fornece uma avenida para utilizar a variação de temperatura diurna natural para futura economia de metanol.”

Fonte: https://autopapo.uol.com.br/curta/chineses-fazem-combustivel-sintetico/