NOVIDADES

O mercado de autopeças e seu crescimento em 2021

09.09.2020

De acordo com o Sindipeças, o setor de autopeças teve um crescimento de 14,6% no Brasil só esse ano, o que alavancou a comercialização interna e externa. Segundo o sindicato, essa porcentagem significa um aumento exponencial no faturamento líquido no mercado de autopeças, pretendendo-se alcançar R$142,6 bilhões contra os R$ 124,5 bilhões do ano passado, obtidos a partir das vendas para montadoras, reposição, mercado externo e transações intersetoriais. 

 

Os investimentos para o setor, em 2021, estão estimados em R$990 milhões, um número que representa 52% do valor do ano passado (R$650 milhões). Outro nicho que o mercado produtivo planeja retomar é o quadro de contratações. O planejamento do Sindipeças é atingir a marca de 237,8 mil empregados. Já em relação ao mercado externo, o sindicato sinaliza um possível aumento de 17,2% nas exportações, valor que superaria os US$ 5,42 bilhões de 2020 e atingiria US$ 6,35 bilhões. As importações devem crescer 19,2%, de US$ 8,17 bilhões para US$ 9,74 bilhões. No que tange ao déficit comercial, a expectativa é sair do saldo negativo do ano passado (US$2,75 bilhões), ficando em US$3,39 bilhões.